segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Crise na saúde:
Faltam 354 leitos em Marabá


Em
mais uma reunião realizada na Câmara Municipal de Marabá (CMM) para tratar os graves problemas na área da saúde pública, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) apresentou relatório, no qual fica confirmado o quanto o setor está carente.

Pelo relatório, o déficit de leitos em Marabá é de 354 leitos, pois o município dispõe de apenas 230, quando o número mínimo seria 584 leitos.
Somente em relação ao Sistema Único de Saúde (SUS), existem 149 leitos, quando seriam necessários 359.

Agora o próximo passo é estudar minuciosamente o relatório para logo após o Carnaval marcar uma audiência pública com todo sistema de saúde do município (tanto público quanto privado), além de representantes do Ministério Público Federal (MPF) e Ministério Público, além de deputados estaduais e federais.

Os vereadores que integram a comissão que investiga a grave crise na saúde do município não confirmaram a data desse grande encontro porque precisam verificar a agenda dos deputados.

De posse do relatório, os vereadores pretendem ir ao governo do Estado e também à Vale para buscar parcerias para melhorias na saúde.

Recentemente, em entrevista à Imprensa de Marabá, o governador Simão Jatene disse que o Estado está de portas abertas para firmar parcerias com os municípios. Inclusive, o governador confirmou que dará início, em breve, ao programa de revitalização dos hospitais municipais.

Fonte: Jornal Opinião



______________

NOTA DO BLOG:
Ou seja, para que alguma atitude comece a ser tomada será necessário haver uma combinação de fatores muito bem alinhados. Parece até astrologia.

  • Esperar o fim do carnaval.  
  • A agenda dos deputados coincidirem . 
  • Encontrar uma data para que se inicie os estudos 'profundos' sobre a saúde. 
  • Esperar que a atuação do governador aconteça "em breve".

Será que os nossos doentes podem esperar tanto? 
Aos que acreditam em milagre, acho que essa é a uma boa hora para recorrer aos céus. 



sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Enézio Almeida Filho critica postura 'científica' da Folha de São Paulo


Leia trechos do discurso do blogger Enézio E. de Almeida Filho (do blog 'Desafiando a Nomenklatura científica') nos 90 anos da Folha de São Paulo: 

"Sinto-me constrangido de registrar que a Folha, de 1998 a 2011 ajudou a destruir a educação no Brasil, impedindo a construção da cidadania, da educação dos nossos cidadãos, de preservar o que há de mais nobre num país, que é o crescimento com democracia e educação, com respeito aos direitos de cidadania ao acesso a informações científicas atualizadas." 




"Cada um dos presentes aqui com certeza se recorda de um ou mais episódios em que a Folha, apesar de sua editoria de ciência ter sido notificada diversas vezes sobre as insuficiências fundamentais na teoria da evolução através da seleção natural no contexto de justificação teórica, deixou de investigar, de debater, de ouvir o outro lado, de corrigir rumos da educação brasileira sobre a abordagem fraudulenta e distorcida da evolução em nossos livros didáticos aprovados pelo MEC / SEMTEC / PNLEM, para com a sua credibilidade e poder científico, ela pudesse contribuir para colocar Darwin nos trilhos uma vez que temos uma nova teoria da geral da evolução sendo elaborada ‒ a Síntese Evolutiva Ampliada‒ que pela montanha de evidências negativas não pode e nem deve ser selecionista."

"Um jornal que se diz a serviço do Brasil e da educação, não tem nada a comemorar nesta questão científica importante. Quando a questão é Darwin, a Folha precisa evoluir seu jornalismo científico", concluiu Almeida Filho.

___________________________________________________
Professor Enézio Almeida Filho 
Mestre em História da Ciência – PUC-SP. CV
Plataforma Lattes: http://lattes.cnpq.br/6602620537249723

Parauapebas vai ganhar
Campus Universitário da UFPA!


A prefeitura já disponibilizou uma área de 50 hectares para que a Universaidade Federal do Pará implante o Campus Universitário de Parauapebas. As negociações agora segue com a Vale, para que a empresa possa construir os prédios e outras obras de infra-estrutura.


O novo campus será parte integrante da futura Universidade Federal do sul e sudeste do Pará. (Unifespa).


Postagem retirada do blog: Contraponto & Reflexão

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Águia x Brasiliense - Um resumo



video



Ainda não foi dessa vez que o mando de campo determinou a sorte do Águia em um campeonato. Mas, ajudou. 

As dimensões reduzidas do gramado acabaram prejudicando o time candango, que ficou parte do primeiro tempo tentando apenas não levar gol. No geral, o jogo foi bom com chances para ambos os lados. Para quem pensava que o Brasiliense teria vida fácil, acabou frustrado. Dessa vez, o Águia fez uma boa partida. 

Se tivéssemos um matador de verdade, teríamos saído com um saldo bem mais positivo do que este empate por 1 gol, apesar do belo gol de cabeça do atacante Patrick.

Mas, não vamos nos enganar e manter os pés no chão. A nossa realidade não permite empolgação, já que o jogo de volta será muito mais difícil e o Águia de Marabá terá que se superar e jogar tudo aquilo que ainda não jogou.

Torço para que o azulão não vá apenas para fazer turismo em Brasília e volte com essa classificação na bagagem.

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Um sentimento ambíguo

Quem torce para o Águia de Marabá experimenta, hoje, um sentimento no mínimo diferente.

Há quem torça para que o time perca e com isso o técnico deixe o comando da equipe. Por outro lado, há quem torça para que o Águia triunfe em seus jogos, mesmo resultando na manutenção do treinador João Galvão à frente do elenco - sabe-se lá por mais quanto tempo.

Como aguiano que sou, vou torcer por uma vitória na Copa do Brasil e aguardar que a sensatez pouse sobre as cabeças dos diretores do clube marabaense.

É estranho ser torcedor de um time que não ouve a própria torcida.
O jeito é esperar para ver o que acontece...

Postagem sobre Maurino

Tomei a iniciativa de postar anteriormente, sobre o programa que o prefeito de Marabá mantém em uma rádio local. Minha motivação surgiu após ouvir algumas opiniões a este respeito. Pessoas indignadas, mas que não se expõe e nem dão a cara pra bater.

Eu fiquei surpreso, e ao mesmo tempo feliz, ao ver que minha postagem havia sido reproduzida em alguns outros blogs bem mais expressivos que o meu. Pessoas do 'peso' de Ademir Braz (Quaradouro), Chagas Filho (Terra do Nunca), Laércio Ribeiro (Blog do Laércio) e Ribamar Ribeiro Júnior (Contraponto & Reflexão). Blogs, que já acompanho há algum tempo.

Quero inclusive registrar meu muito obrigado a cada um deles pela divulgação, mesmo já tendo feito isso nos respectivos blogs.

Percebi, no entanto, que algumas pessoas não captaram a mensagem contida em minha postagem e levaram para outro lado, mas tudo bem. Meu objetivo neste meio de informação e comunicação não é agradar este ou aquele, mas sim, mostrar o que está sob a ponta do iceberg. Razão, inclusive, para o título deste blog.

domingo, 20 de fevereiro de 2011

A reencarnação Goebbels

A famosa frase: “Uma mentira dita mil vezes, torna-se uma verdade", é atribuída ao ministro de propaganda nazista, Joseph Goebbels. Dentre outras frases, também destaca-se a seguinte:

"Não falamos para dizer alguma coisa, mas para obter um certo efeito"

Quem diria que mesmo após a 2ª guerra mundial alguns desses mecanismos de manipulação de massa, criados à época, continuam em pleno uso nos nossos dias. Explico...

O felizardo que ouve o programa "Bom dia, Prefeito", que vai ao ar diariamente em uma rádio de Marabá, fica até sem saber em qual cidade mora. Tantas são as melhorias divulgadas pela prefeitura que dá até pra acreditar.



Sinceramente, espero que as semelhanças parem por aí.

Acessem para não perdermos

Do blog Quaradouro.

LIVROS EM PDF


Uma bela biblioteca digital, desenvolvida em software livre, mas que está prestes a ser desativada por falta de acessos. Imaginem um lugar onde você pode gratuitamente:

· Ver as grandes pinturas de Leonardo Da Vinci ;
· escutar músicas em MP3 de alta qualidade;
· Ler obras de Machado de Assis Ou a Divina Comédia;
· ter acesso às melhores historinhas infantis e vídeos da TV ESCOLA
· e muito mais....

Esse lugar existe!

O Ministério da Educação disponibiliza tudo isso,basta acessar o site: www.dominiopublico.gov.br

Só de literatura portuguesa são 732 obras!
Estamos em vias de perder tudo isso, pois vão desativar o projeto por desuso, já que o número de acesso é muito pequeno. Vamos tentar reverter esta situação, divulgando e incentivando amigos, parentes e conhecidos, a utilizarem essa fantástica ferramenta de disseminação da cultura e do gosto pela leitura.

VAMOS COLABORAR!


sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Torcendo contra a lógica

Copa do Brasil chegando e o Águia de Marabá ainda não conseguiu emplacar neste início de ano. Aliás, empacou.

Dos 6 jogos disputados no Parazão perdeu 3, empatou 2 e venceu apenas 1 (na marra). O esquema 3-5-2 adotado pelo técnico João Galvão tem se mostrado fraco pois é previsível, ineficiente e confuso. Sou aguiano, mas não dá pra tapar o sol com a peneira.

O Águia não teve uma pré-temporada, montou o time às pressas e deu no que deu. Fatalmente, esta omissão no planejamento deverá se refletir na Copa do Brasil e não adianta depois vir culpar "A" ou "B" ou ainda usar desculpas esfarrapadas do tipo:

"O adversário teve sorte", "A bola, hoje, não quiz entrar".

Sorte? Ou seria superioridade do adversário?
A bola não quiz entrar ou o time foi incompetente pra fazer os gols?
Desde quando bola tem querer?

Na condição de torcedor, minha preocupação é com uma eliminação precoce da Copa do Brasil, já que o dever de casa é fundamental. Soma-se a isto o fato de que o Águia não consegue fazer valer o mando de campo e, costumeiramente, os adversários cantam de galo por estas bandas.

Temos também uma torcida ausente e descontente com a diretoria aguiana. Mas, a omissão do torcedor não se dá apenas por isso. A falta de apoio é corroborada pelos altos preços dos ingressos. Ainda mais se levar-mos em conta que as acomodações do velho Zinho Oliveira não são lá grande coisa. Temos um dos ingressos mais caros do Brasil.

Se ao menos o "espetáculo" valesse à pena, talvez se reclamaria menos do valor cobrado.

Copa do Brasil chegando e continuamos na mesma:
O Galvão finge que treina, o Águia finge que joga e a torcida finge que torce.

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

'Açasinando' o português

Fui ao jogo entre Águia x Cametá, que valeu pela 5ª rodada do primeiro turno do Campeonato Paraense, onde colaborei com a editoria de esportes do Jornal Opinião.
Eu estava na lateral do campo quando percebi que um dos membros da comissão técnica do time visitante sorria, olhando para a parte superior da porta do vestiário.
Com curiosidade, aproximei-me e descobri o motivo de tanta risada:



Inevitavelmente, sorri também.

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Biruta

Biruta, você me chama
Quem sabe não sou? Concordo até...
Um coador, não de 'pôucafé'
Na posição horizontal
Quero ser e viver assim, tal qual...

Posto que o vento sopra onde quer
Coador sem fundo
Sem ter onde nem o que guardar
Sem poder jamais estar cheio em si mesmo...

Mas seja existir para orientar alguém que vem de lá
Vagando a esmo...

(Roberto Diamanso)

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Que educação é essa?

Lendo algumas notícias na internet tomei conhecimento sobre um livro chamado "Mamãe, como eu nasci?", que foi aprovado pelo MEC para alunos na faixa dos dez anos.



“Olha, ele fica duro! O pênis do papai fica duro também? Algumas vezes, e o papai acha muito gostoso. Os homens gostam quando o seu pênis fica duro.”

“Se você abrir um pouquinho as pernas e olhar por um espelhinho, vai ver bem melhor. Aqui em cima está o seu clitóris, que faz as mulheres sentirem muito prazer ao ser tocado, porque é gostoso.”

“Alguns meninos gostam de brincar com o seu pênis, e algumas meninas com a sua vulva, porque é gostoso. As pessoas grandes dizem que isso vicia ou ‘tira a mão daí que é feio’. Só sabem abrir a boca para proibir. Mas a verdade é que essa brincadeira não causa nenhum problema”.


Estes são apenas alguns trechos que mostram bem o nível do conteúdo, dito pedagógico.

Lembram-se que o MEC havia vetado Monteiro Lobato? Parece brincadeira.

Pornografia para crianças, tudo bem! Incluindo o incitamento para que desobedeçam às orientações do pai e da mãe porque “a brincadeira não causa nenhum problema”.

Incrível, não? Eu realmente não sei como foi que a civilização chegou até aqui sem a ajuda desses 'libertadores sexuais'. Se, sem eles, já tivemos Leonardo, Michelangelo, Schopenhauer e Beethoven, imaginem quando a masturbação for estatizada e tratada por professores convertidos em animadores sexuais…

Do jeito que as coisas vão, daqui a pouco ninguém mais vai querer saber de pintar, fazer música ou esculpir, só pra ficar mexendo no 'pingolim' e na 'borboletinha'.

Os pedófilos agradecem...

(Texto adaptado do jornalista Michelson Borges)